Queremos sempre oferecer e indicar o melhor tratamento para os nossos pacientes, mas às vezes, podemos sim nos esquecer de fazer uma simples pergunta: “Como você está se sentindo hoje?” Esta pergunta irá impactar no seu objetivo e na terapia proposta, pois sempre temos os dias bons e os dias ruins! Particularmente durante os tratamentos oncológicos a performance física, oscilações do humor e a própria sensação de bem-estar mudam com maior frequência. ⚠️ Lembre-se: não devemos superestimar ou subestimar nossos pacientes, ao invés disso devemos exercitar o nosso olhar, a nossa escuta, pois sempre o melhor parâmetro é o que a própria pessoa nos relata!

Compartilhe com quem você ama