A fadiga é de longe o sintoma mais comum e para muitos pacientes o mais angustiante. A fadiga relacionada ao câncer é caracterizada por um cansaço, fraqueza, falta de energia,  esgotamento incansável e desgastante, como resultado de uma sequência complexa de eventos que afetam o metabolismo e a função imunológica, que impede a capacidade de aproveitar a vida e realizar atividades diárias. Ela é diferenciada pelo fato de muitas vezes não ser aliviada pelo repouso ou sono. Como vários fatores estão associados à fadiga (ou seja, anemia, drogas administradas durante a quimioterapia, desidratação, caquexia, trombose, hipóxia, o próprio câncer, depressão), pode ser um desafio para a equipe identificar a fadiga e tratar.
Além disso, muitos pacientes esquecem de dizer a equipe interdisciplinar que estão sofrendo de fadiga porque acreditam incorretamente que nada pode ser feito para aliviá-la. A boa notícia é que existem medidas que você pode tomar para minimizar os efeitos adversos da fadiga e aumentar a energia. Alguns dicas:

O exercício físico regular tem se mostrado como um grande aliado para diminuir a fadiga. Estudos mostram que pacientes com câncer que se exercitam estão menos cansados ​​e deprimidos e dormem melhor do que pacientes que não se exercitam. 

Aconselhamento nutricional: Muitos pacientes com câncer perdem peso e não conseguem comer normalmente devido a náusea, vômito e anorexia relacionados ao tratamento. Peça ao seu médico que o encaminhe a um nutricionista isso ira lhe ajudar  e garantir que você esteja recebendo calorias, fluidos, proteínas e outros nutrientes suficientes para ajudar a prevenir a fadiga e aumentar a energia.

Medidas psicossociais: vivenciar o tratamento de câncer muitas vezes é exaustivo. Há evidências de que a redução do estresse, ansiedade e depressão pode ter um efeito benéfico na fadiga. Verifique a possibilidade de participar de um grupo de apoio ou  converse com alguém próximo, pode lhe ajudar a aliviar o estresse, melhorar o humor e por sua vez, restaurando o vigor.

Atividades relaxantes: durante o tratamento, muitas vezes o padrão de sono é modificado, as práticas de técnicas de relaxamento, massagens, yoga ajudam a diminuir a fadiga!

Artigo: Effects of physical exercise during adjuvant breast cancer treatment on physical and psychosocial dimensions of cancer-related fatigue- A meta-analysis.

Compartilhe com quem você ama