Entre as reações adversas de determinados quimioterápicos e da radioterapia está a perda de massa magra. Os estudos mostram que o treinamento de força, previne tal complicação. E ainda, movimentar-se durante a fase aguda do tratamento aumenta a disposição. Porém, o treinamento do paciente oncológico deve ser obrigatoriamente supervisionado por um profissional especialista nesta área – até porque cada tipo requer cuidados específicos, que ainda variam de acordo com o paciente. ⚠️ Dicas importantes: Treinar as regiões com maior perda de força muscular; Pode parecer estranho, mas se mexer faz com que os sintomas melhorem, se enjoo e cansaço surgem pra valer à tarde, que tal fazer ginástica de manhã? No início é mesmo difícil, mas o esforço com certeza será recompensado com mais ânimo e disposição nos dias seguintes.

Compartilhe com quem você ama