Temos sempre que lembrar na nossa abordagem clínica que “um tamanho não se encaixa em todos”. E o que isso quer dizer? Quer dizer que o exercício apropriado é aquele prescrito para as necessidades individuais de cada paciente! O exercício deve ser personalizado, feito por um profissional capacitado e especializado em oncologia. Vale lembrar que às vezes uma atividade aparentemente “fácil” como, por exemplo, uma caminhada de 10 a 15 minutos pode ser “muito cansativa”, dependendo da performance e aptidão física do paciente, do tipo e momento do tratamento. Por isso é importante realizar o exercício em uma intensidade que você se sinta confortável, procure iniciar sempre após uma orientação especializada. E muito importante: tente manter a regularidade, respeitando seus limites, se necessário faça repouso e retome quando se sentir melhor.

Compartilhe com quem você ama