O papel do exercício no tratamento do câncer está se tornando cada vez mais importante. Estudos recentes comprovam os muitos benefícios da sua prática, tendo por resultados uma melhora significativa na fadiga relacionada ao câncer, em comparação com os medicamentos, e também poder ajudar a melhorar a sobrevida de alguns tipos de câncer avançados, incluindo o câncer colorretal metastático.

Além disso, a pesquisa revela os inúmeros benefício a longo prazo, com o aumento dos exercícios e com a implementação de um estilo de vida mais saudável após o câncer, incluindo redução do risco de outras doenças, como osteoporose, depressão, ansiedade e doenças cardíacas.

Em função disso, os programas de reabilitação oncológica estão crescendo e hoje já são considerados parte do tratamento padrão do câncer.

Dessa forma, o exercício apresenta-se como uma prática segura e benéfica para todos todos os pacientes de câncer durante e após o tratamento.

Compartilhe com quem você ama